Demonstração rápida do poder do Pentaho Data Integration (PDI) no TDC 2012

Embora a minha atuação profissional se concentre na análise de negócios, em 2012 eu fui responsável (inclusive técnico) por uma iniciativa muito bacana: a implantação de um sistema de business intelligence.pentaho Continuar lendo

Vou palestrar no DevCamp 2014 e meu amigo Molesim também!

O pessoal do DevCamp viu a minha palestra no Agile Trends e convidou para falar no seu evento. Vou palestrar às 10:20 do dia 16 de maio (sexta). A palestra será uma versão engordada da palestra do Agile Trends, pois no DevCamp temos mais tempo.

Espero usar também o tempo a mais para trocar uma ideia com o pessoal, pois, infelizmente, no Agile Trends nosso tempo para isso foi cortado.

Veja a agenda do evento aqui: http://www.devcamp.com.br/agenda.html Continuar lendo

Slides com áudio: Análise de Negócios ágil é jogar a vida no hard – dia 24 de abril no Agile Trends São Paulo

10012034_10152368300813766_3528068498193197233_o (1)

A palestra foi filmada, contudo, como leva um tempo natural até os organizadores editarem todas e publicar segue aí um MVP, bem coerente com o pensamento lean: slides sincronizados com áudio que eu mesmo gravei. Em alguns momentos nem eu mesmo entendo o que eu falei, mas são poucas vezes e vale manter algum mistério para você ter o que perguntar para quem estava lá.

Por favor, comente suas impressões aqui nessa página ou no Youtube. Esse é um assunto em aberto e podemos aprender muito juntos.

Descrição da palestra:

Faz alguns anos que eu digo por aí que um analista de negócios de TI sênior se sente como alguém que acabou de começar ao encarar um ambiente que trabalha com os princípios ágeis. Eu sempre tive dificuldade para mostrar de forma objetiva porque é tão desafiador, até que no final do ano passado consegui expressar isso em uma imagem que gostaria de apresentar para você para trocarmos algumas ideias. Que tal?

Continuar lendo

Palestra no Agile Trends adiantada para o dia 24 (quinta)

Atenção: Por razões ignoradas minha palestra foi mudada para o dia 24/04, quinta-feira, às 11:30. Como considero organizar eventos jogar a vida no hard, imagino que foi por uma boa causa.

claudiobr

Mais informações sobre a palestra aqui: http://blog.claudiobr.com/analise-de-negocios-agil-e-jogar-a-vida-no-hard-dia-25-de-abril-no-agile-trends-sao-paulo/

 

 

 

Analista de negócios: colocar um “de TI” no seu cartão tem um preço

Hoje recebi um e-mail de um profissional perguntando sobre a qualidade de um determinado curso de análise de negócios de TI. O curso possui um conteúdo bastante interessante, contudo, é totalmente focado em processos. TI só está no nome. Isso fez com que eu tivesse que pensar sobre as diferenças entre análise de negócios e análise de negócios de TI, em problemas e soluções e acabei escrevendo esse post de brinde.

ThinkInsideTheBoxCarbonNYC

Afinal, o que é um analista de negócios de TI?

Na essência não existe analista de negócios disso ou daquilo. O analista de negócios é alguém que compreende o contexto, ajuda a descobrir/decodificar/identificar/deixar claro/definir um problema ou oportunidade e então sugere soluções para esse problema ou oportunidade.

Ocorre que a solução nunca é algo puro. Ela é feita de diferentes componentes de solução. Quando, por exemplo, uma solução envolve mudanças nos processos, ela traz com ela componentes como o treinamento da equipe que vai colocar essa mudança em curso. O diagrama do novo processo não vai simplesmente sair caminhando pela empresa e se auto executar.

Temos então uma relação: Problema > Solução > Componentes da solução.

Um exemplo que eu sempre uso nos cursos é o de uma empresa que vende bens para pessoa física: Continuar lendo

Análise de Negócios ágil é jogar a vida no hard – dia 25 de abril no Agile Trends São Paulo

claudiobr

Quem é vivo aparece não? Estou sem publicar aqui e sem palestrar em eventos de tecnologia faz alguns meses, mas o convite do pessoal do Agile Trends foi irrecusável. O evento possui um formato muito interessante que envolve palestras de apenas 18 minutos.

Segundo os organizadores:

“As duas apresentações de 18 minutos requerem muito preparo e domínio do assunto por parte dos palestrantes, pois elas precisam ser bastante dinâmicas e objetivas. Não há tempo para desvios do assunto principal e nem conteúdos de baixa relevância!” Continuar lendo